Encontro inédito pelo fortalecimento da cultura na América Latina

Iniciativa prevê a inclusão de aspectos culturais nos debates do Mercosul. Para isso, primeira proposta é a internacionalização do projeto brasileiro Pontos de Cultura.

Especialistas e protagonistas de diversos países latino-americanos se reunião nos próximos dois dias (03 e 04/09) para debater propostas conjuntas de legislação cultural para a região. Trata-se do Seminário Cultura e Protagonismo Social na América Latina, que acontecerá em Brasília (DF).

Os debates abordarão questões como o estabelecimento de um diálogo intercultural; a integração regional; oportunidades para um desenvolvimento sustentável; cidadania e direitos culturais, fortalecimento institucional e das dinâmicas da cultura; e a possibilidade de implementação de um projeto piloto de “Pontos de Cultura” na região do Cone Sul.

Neste sentido, durante o evento será apresentada a proposta de um anteprojeto de lei que será encaminhado ao Parlamento do Mercosul e a parlamentos nacionais da América do Sul. O documento prevê que os “Pontos de Cultura” se articularão entre si, formando redes de natureza regional, bem como terão atuação focada, prioritariamente, em áreas com índices significativos de violência, baixa escolaridade e outros indicadores de baixo desenvolvimento.

O encontro, que acontecerá no auditório II do Museu Nacional da República, é uma iniciativa da Articulação Latinoamericana: Cultura e Política (ALACP) e integra a programação da nona edição do Cena Contemporânea – Festival Internacional de Teatro de Brasília.

Como participar

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo e-mail oficinascena2009@gmail.com. No campo assunto deverá ser escrita a palavra “Seminário” e no corpo da mensagem deverão ser inseridas as seguintes informações: nome; grupo; organização; área de atuação; telefone; e e-mail.

Sobre a ALACP

A Articulação Latinoamericana: Cultura e Política (ALACP) é uma rede de experiências e de comunicação composta por organizações sociais, culturais e de expressões artísticas que visa contribuir para os processos de democratização/cidadania cultural, construção de valores e símbolos que sejam capazes de mobilizar manifestações e posições de afirmação a favor de uma sociedade mais justa, plural, equitativa, sustentável fundada na radicalização e implementação dos direitos humanos nas diversas sociedades e povos da América Latina. Mais informações sobre a rede estão disponíveis em www.culturaypolitica.com

Veja abaixo a programação:

Dia 03 de Setembro

8h30 às 9h20 – Mesa de Abertura

Iara Pietricovsky (Brasília) – INESC

Guilherme Reis (Brasília) Cena Contemporânea

Parlamentar Marisa Serrano (Parlasul)

Alfredo Manevy – secretário executivo do Ministério da Cultura.

9h20 às 9h50 – Mudanças Climáticas em Foco: Pré-estréia do filme Sinais da Natureza – Filme trata das “mudanças climáticas”, vista por quem a vivencia na Amazônia e na Região do Semi-Árido Nordestino brasileiro. A idéia é dar visibilidade às perspectivas, avaliações e propostas de setores da população mais vulnerável às ameaças climáticas – de modo a que seus direitos, interesses e necessidades sejam considerados.

10h às 11h30

Mesa 1 – Marco Conceitual: Cultura na reorganização do espaço político e público

Desenvolver o papel da arte e da cultura tanto para uma outra noção de política como para a mudança dos modos de vida, essenciais para o desenvolvimento sustentável. Incluir a culturalização das regiões pela ocupação do espaço público com arte é central. A proposta é recompor a centralidade da cultura no modelo regional de desenvolvimento

Moderador: Atila Roque (Brasil)

Parlamentar José Paulo Tóffano (Parlasul)

Wal Mayans (Paraguai) – Proyecto Tierra sin Mal / Hara Teatro

Hamilton Faria (Brasil) – Instituto Pólis

Debate –11h30 às 12h30

14h às 16h30

Mesa 2 Políticas Públicas: Novas formas de relação entre Estado, sociedade e as políticas públicas para a Cultura.

O novo cenário político latino-americano possibilita que os governantes estabeleçam mecanismos de circulação da cultura na região. O papel da arte & política e a sua relação com os processos de transformação social ganham espaço neste novo contexto. Importante destacar as novas idéias de relação: política compartilhada, articulação em redes, espaços de decisão sobre o fazer cultural, planos de cultura com participação da população, descentralização cultural, fortalecimento da sociedade a partir do Estado, utilização de novas tecnologias para o empoderamento criativo e novas leis da cultura que possibilitam democratização e maior acesso.

Moderador: Carlos Hugo Molina (Bolívia/CEPAD)

Inés Sanguinetti (Argentina) – Crear vale la pena

Parlamentar Dr. Rosinha (Brasil) – Parlasul

Karen Acioly (Brasil) – autora, gestora, diretora artística do Festival Internacional Intercâmbio de Linguagens.

Debate – 16h30 às 18h

18h – Arte em Foco: Chico Simões apresenta o palhaço, Mateus da Lelé Bicuda, mamulengueiro, brincante de reisado, bumba-meu-boi, guerreiro e folias, mágico e ventríloquo, formado nas feiras, festas e festivais pelo mundo, camelô, contador de histórias e causos, este menestrel improvisador promete benzer e bendizer o público presente que terá notícias e participará nas cenas que contam histórias de amor e de guerra nas terras de São Saruê, onde vive tudo que se imagina e a máscara mais revela que oculta.

 

Dia 04 de Setembro

 9h às 9h10

Mudanças Climáticas em Foco: Grupo de Teatro “Scrachados”, formado por adolescentes de diversas regiões do Distrito Federal, objetiva promover o debate sobre problemas sociais e ambientais a partir da estimulação da consciência crítica do espectador.

 9h20 às 11h30

Mesa 3 – Proposta: Pontos de Cultura para o outro lado da Fronteira.

As políticas públicas, liberadas dos instrumentos de censura, propiciaram aos diversos grupos sociais atribuir novos significados culturais à realidade. A apropriação dessas realidades permitiu que os movimentos sociais e culturais avançassem em novas arquiteturas artísticas. Um novo avanço se faz necessário como um projeto além fronteira para um outro paradigma cultural e novas relações com a sociedade. Trata-se de uma nova qualidade de vida que tem como base as culturas locais e regionais que podem redesenhar nossos países a partir de um outro olhar.

Moderador: Dan Baron (Brasil) – Associação de Drama/Teatro e Educação – IDEA

Célio Turino (Brasil) – Secretário da Cidadania Cultural – Ministério da Cultura

Parlamentar Mirtha Palácios (Paraguai) – Parlasul

Eduardo Balán (Argentina) – El Culebrón Timbal

Representante dos Pontos de Cultural (Brasil)

Debate – 11h30h às 12h30

14h às 16h30

Mesa de Encerramento – Síntese do Seminário e proposta de lei sobre política cultural para a Região

Moderador: Edélcio Vigna

Iara Pietricovsky (Brasil) – INESC

João Bosco Bezerra Bonfim – Consultor Legislativo do Senado Federal

Elisa Ribeiro (Brasil) – Consultora sobre Integração Regional

18h – Arte em Foco: Ankomárcio e os Irmãos Saúde: O circo teatro Artetude é uma trupe que estuda e desenvolve tecnologia para facilitar o acesso da comunidade a arte. Criando espetáculos que podem ser apresentados em qualquer lugar.

Serviço

O quê: Seminário Cultura e Protagonismo Social na América Latina

Quem: Articulação Latinoamericana: Cultura e Política (ALACP)

Quando: 03 e 04 de setembro de 2009

Onde: Auditório II do Museu Nacional da República, em Brasília (DF)

Hora: 09h às 18h

 

Para saber mais sobre o projeto de lei, a programação do seminário e agendar entrevistas, entre em contato com a gente:

 AF2 Comunicação

Ana Flávia Flôres

(61) 3326-0831 / 0832 ou 8165-3935

af2comunica@gmail.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.